Home Login
Fundação Gil Eannes Fundação Gil Eannes Fundação Gil Eannes

Gil Eanes – O escudeiro

Gil Eanes era o nome do escudeiro de D. Henrique que, numa simples barca, afrontou e venceu o obstáculo que representava o Cabo Bojador de além do qual ninguém voltava. Passou-o, e regressou à corte do Infante com a prova na mão: um ramo de flores, como as da arménia que habita nos nossos recifes litorais, e a que deu o nome de “rosas de Santa Maria” em honra daquela que os portugueses fizeram padroeira de África em 1415.
Gil Eanes foi aquele que, como, diz o poeta, passou “além da dor” para passar o Bojador.
 

 

 

(Retirado da brochura original dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo e pelo Grémio dos

Armadores de Navios da Pesca do Bacalhau de 1955 e constante na reedição "Gil Eannes"

da Câmara Municipal de Viana do Castelo e da Comissão Especial Pró Gil Eannes de 1997)

 

Gil Eannes era natural de Lagos e as viagens de tentativa e de dobragem do Cabo Bojador partiram e tiveram como ponto de regresso aquela cidade algarvia.