Home Login
Fundação Gil Eannes Fundação Gil Eannes Fundação Gil Eannes

Navio Quebra Gelos

Neste campo além da assistência prestada a arrastões dentro de campos de gelo há a destacar principalmente a assistência prestada ao N/m "Rio Antuã" que lhe permitiu, com água aberta na proa, demandar o porto de St. John's, navegando durante catorze horas, através de um compacto campo de gelo, aproveitando a esteira aberta pelo N/m "Gil Eannes", que navegava cerca de umas poucas centenas de metros na sua proa. Esta navegação praticamente livre de obstáculos para o Rio Antuã, foi extraordinariamente difícil e penosa para o N/m "Gil Eannes" que, muitas vezes, apenas com as suas duas máquinas a toda a força a vante conseguia romper a muralha de gelo à sua frente.

O exemplo anterior creio ser bastante elucidativo do que o N/m "Gil Eannes" estava pronto a fazer, em socorro e para salvação de, todos aqueles que, de uma forma ou de outra, sentiam em perigo as suas vidas.

 

Mário C. F. Esteves
(Comandante do Navio Gil Eannes de 1959 a 1971)

Lisboa, 18 de Janeiro de 1996

 

Notícia
Recrutamento